Get the look: cool up your party kimono for everyday outfit

This is how to style a sequin kimono for a hot party look

Get party ready! First look of my series if party-style

6 simple tips to love yourself better (+ some lines on what do they expect from me)

Dry skin and hair? Here is what has been saving me

3 key looks for Fall – Gisella Francisca x KappAll

Quando você ouve a Adele cantar, imadiatamente reconhece que é ela a dona da voz rouquinha, cheia de swing. Eu, como muita gente pelo mundo, ama a Adele e não consegue mais parar de ouvir. Aliás, minha preferida está sendo um cover dela do The Raconteurs. Lindo!

Outra coisa que amo muito a Adele é o fato dela ser cheinha. Eu, como uma ativista do movimento Sim, sou! (um conceito criado pelo meu grupo de pesquisa de tendências na PUC, onde apontamos um comportamento eminente de pessoas que se amam do jeito que são), tenho mais e mais motivos pra aplaudir de pé a atitude da Adele, indo contra aos padrões míopes da indústria da moda.

Gente, isso é muito sério. O que tem de menina se odiando e deprimida porque não tem o corpo da Giselle não está no gibi. Eu, por exemplo, luto contra a balança, sempre perco e já aceitei isso. Malho porque quero me sentir mais ativa e saudável, e, claro, não disparar no peso porque não abro mão mesmo do sorvete e do álcool. hehehe

E deixo claro: não tem padrão no mundo que vai fazer eu me odiar por não vestir míseros 38. Estou linda, muito bem, obrigada e incentivo as meninas a se olharem no espelho com olhar de paixão. Sim, sou! E me amo!

I love Adele not only because she is a great singer, but because she is not following the blind standard of being as skinny as Vogue´s covers requires. And I do think this is a great benefit for their fans to follow her idea and start to love themselves the way they are. :-)

Deixe um comentário

Enviar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Pin It on Pinterest