The normality of things – and how I am slowly managing to deal with routine

The effortlessly chic party look

Wrapping fun! Christmas gifts bonanza in family

Get the look: cool up your party kimono for everyday outfit

Party season in a budget: 3 looks to inspire

This is how to style a sequin kimono for a hot party look

Makeup e cabelo de casamento
Lembra que postei aqui que estava testando alguns makeups pra usar no casório da minha amiga Tamara? Mas na hora tudo muda, e mudou mesmo. Aí você vê o makeup – e o cabelo – que usei no dia. Os produtos estão listados no final do post (pra fazer vc ler tudo, kkkk).

Como o casamento foi numa fazenda, às duas da tarde, o ideal era um makeup leve, com aparência e ter quase nada na pele – já que eu queria mesmo era um bocão vermelho. Aí, já que a temperatura baixa ajudava, eu mandei ver numa base (coisa que não uso sempre) pra criar aquela pele perfeita. Aí usei um primer, aplicado com os dedos em batidinhas leves – e esse primer já tem partículas iluminadoras, e aí já dá aquela luz na pele. Depois usei uma base que tem um tom mais bronzeado, apliquei com os dedos e depois dei um acabamento melhor com um pincel de base mesmo. Corrigi a pele com corretivo e pronto.

Aí comecei o efeito de contouring, iluminando uma parte do rosto e criando sombra em outra parte. Tenho um video sobre isso aqui. Para iluminar, usei um iluminador líquido e pra criar a sombra, usei uma sombra marrom fosca. Por cima da sombra, caprichei no bronzer porque esse produto é vida!

Pra arrematar, “setei” tudo com um pó solto, translúcido, que deixa a pele aveludada e controla a oleosidade. O produto é mágico e é um dos meus preferidos da vida. OLha a lista de produtos lá embaixo.

Nos lábios eu fiz tudo muito simples – lápis de contorno labial como contorno e batom tbm. Processo parecido com o que mostro nesse video aqui (esse video é legal, gentchy).

Rolou aquela super dúvida do que fazer nos olhos. A idéia inicial era um esfumadinho escuro simples pra não “brigar” muito com o batom e o cabelo e o brinco e o fascinator (o “arranjo” da cabeça), mas aí meu cabelo acabou tendo uma referência 60s, eu fiz um delineador mais gráfico, com linha reta e dei um brilhinho na pálpebra com pigmento. Fechou!

Aí vamu pro cabelo!
Na verdade na verdade não teve muita produção não. Tive uma super ajuda do meu amigo Eduardo, que comprou uma caixa de grampo na cidade que não tem nada e ainda me fez o penteado magia. Ele dividiu meu cabelo em dois (de orelha a orelha). Na parte de trás ele fez uma espécie de rabo de cavalo, mas não prendeu como o tradicional, ele enrolou o rabo e foi prendendo com granpo pra fazer aquele “coque” atrás da cabeça. Ficou bem preso mesmo. Aí, com a parte do cabelo que ficou solta, ele foi cobrindo o coque, fazendo uma espécie de capa, e foi prendendo com grampo. Deixei uma parte pequena pra ficar solta do lado da cabeça. O fascinator serviu pra cobrir os grampos aparentes e, claro, enfeitar o coque cucuruco (como o Edu mesmo chamou).

Eu gostei muito do resultado porque ficou bem diferente do que uso normalmente. Deu pouco trabalho e fez um efeito bonito. Além de tudo, esse foi um penteado que não vejo muito em cabelo afro como o meu. :-)

Produtos:

Rosto
Primer – MAC Prep + Primer Skin Base Visage
Base – Laura Mercier Tinted Moisturier SPF 20 (a melhor base do mundo, eu acho)
Corretivo – MAC pro longwear concealer
Sombra (para contouring) marrom fosca MAC Embark
Iluminador líquido MAC Lustre Drops
Bronzer Guerlain Terracota (o melhor!)
Pó solto Chanel Universelle Libre Poudre

Lábios
Lápis labial MAC Lip Pencil Cherry

Olhos
Pigment MAC Frozen White
Delineador em gel MAC Fluidline
Máscara MAC Opulash e Yves Saint Laurent Faux Cils

—-

Deixe um comentário

Enviar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Pin It on Pinterest