The normality of things – and how I am slowly managing to deal with routine

The effortlessly chic party look

Wrapping fun! Christmas gifts bonanza in family

Get the look: cool up your party kimono for everyday outfit

Party season in a budget: 3 looks to inspire

This is how to style a sequin kimono for a hot party look

Um pouco do que está me dando alegria visual todo dia de manhã, aqui em casa.

Todo dia eu acordo atrasada, ou pra academia ou pro trabalho, eu realmente não funciono de manhã. Não sei se fui criando esse hábito ao longo da vida, ajudada pelos meus pais benevolentes e mimadores de criancinhas – até certo ponto, claro – ou se eu realmente sou assim biológicamente.

Me lembro que uma vez, acho que aos sete anos, por aí, eu acordei tropeçando, de olhos fechados porque não conseguia abrir. Até hoje lembro a sensação de não conseguir abrir mesmo os olhos. Aí eu cheguei no meio da sala, tonta, percebi que minha irmã estava sentada no braço do sofa, cheguei perto dela com aquele visual locaça de sono e disse: Lola, por favor, me endireita aqui! kkkkkkkk

Lembranças de infância feliz me confortam nos dias em que estou cansada de tanto trabalhar, com vontade de deitar no sofá e só acordar domingo. Às vezes eu faço isso. E dedico muitos minutos às lembranças da vida toda. Viagens, gente que conversei numa festa, dormir na barriga da minha mãe, ter a unica nota dez nas aulas de redação do Sacre Coeur, pintar as pontas do cabelo de vermelho sangue, o motorista que levava a gente pros lugares e que me levou à festa que eu não ia, que nunca pude ir e que, naquela segunda, tudo foi contra mas mesmo assim eu fui lá. E lá, naquele dia que eu não queria ter saído, eu conheci o homem que mais amei até hoje. Essa é uma boa lembrança.

E aí eu pego no sono (avivar as lembranças é meu mecanismo preferido pra pegar no sono). E quando acordo, no sofá, vejo essas flores brancas e sinto do cheiro o lírio – que me traz de volta ao aqui e agora. E aí já passou um dia!

The images that are making my mornings more beautiful. And they make much more when I come to think. They bring me back to the “here and now” from where I love to get away when I am falling asleep. There are so many memories I like to bring on sometimes. Childhood, the driver who used to work for the family and the cool places he took us, the great scores on my writing lessons, that party on the monday night, that dinner… my favorite mechanism to fall asleep.

Deixe um comentário

Enviar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Pin It on Pinterest